educacao-hibrida

Educação híbrida: quais os desafios para implementar nas escolas?

Powered by Rock Convert

A educação híbrida é uma tendência, pois está diretamente relacionada ao uso da tecnologia. Assim sendo, não é possível ignorar que ambientes digitais estão presentes em praticamente tudo. As novas gerações já estão muito conectadas com esse conceito, já que nasceram na era digital e não conhecem o mundo fora dela.

As tecnologias digitais podem e devem ser usadas para fortalecer os processos de aprendizagem e desenvolvimento. Por isso, o ensino híbrido está em alta: consiste em métodos que unem essa realidade digital com o que é feito em sala de aula.

Quer saber um pouco mais sobre o assunto? Preparamos este post especialmente para você!

Em que consiste a educação híbrida?

O foco da educação híbrida é usar experiências digitais para agregar valor ao que é desempenhado dentro do ambiente escolar. A interação é o ponto fundamental. Tecnologias digitais e encontros presenciais são planejados a fim de tornar o ensino particularmente interessante para cada educando.

Muito se ouve falar acerca de ensino a distância ou EAD hoje em dia, o que demonstra justamente a consolidação dessa tendência. Entretanto, a educação híbrida não se dá apenas no ambiente online, mas sim de forma que o professor tenha a chance de, presencialmente, acrescentar o que foi visto digitalmente.

Como vencer os desafios e implementá-lo na escola?

Pense que tanto alunos quanto professores podem ensinar e aprender, em locais e tempos distintos. Pois bem. Devido a essa configuração, pode ser um desafio fazer o ensino híbrido funcionar já que, na prática, outros fatores podem prejudicar o aproveitamento da metodologia.

O primeiro ponto importante é que os educadores estejam aptos a utilizar as tecnologias sem maiores dificuldades e, de fato, fazer isso de forma produtiva. Alguns professores ainda carregam certo preconceito para inserir o uso de aparelhos tecnológicos — celulares, tablets etc. —, portanto, é uma desconstrução necessária.

Capacite a equipe

Para que o uso da tecnologia seja algo positivo, principalmente no que envolve a participação de dispositivos móveis na aula presencial —, os professores precisam estar devidamente confortáveis com a ideia, entendendo os benefícios da inserção do modelo de educação híbrida, além de saber como gerenciá-la.

Sendo assim, é dever da gestão promover todo o tipo de apoio necessário, tanto para auxiliar o professor na adaptação aos novos métodos, quanto para instruir acerca das melhores formas de ensinar utilizando a tecnologia. A infraestrutura exige conhecimento técnico. Dê treinamentos, palestras, workshops e tempo para que esse processo ocorra.

Busque a integração

Embora a área da educação peça constante reciclagem por parte de quem atua, é ruim quando alguém diz que tudo que você sabe já não é tão eficaz, concorda? A recepção dessa mensagem é negativa. Por isso, o conselho é que as lideranças busquem a integração dos novos esquemas com o que já é conhecido.

planejamento escolarPowered by Rock Convert

Para começar a inserir a tecnologia em prol do ensino na realidade de professores, alunos e responsáveis, faça a inserção aos poucos, sempre orientando. Ainda que sejam instalados novos equipamentos e o sistema seja renovado, vale a pena trazer elementos conhecidos que façam a experiência se tornar “mais confortável”.

Planeje dando atenção a esse aspecto humano da percepção de novas realidades. Acompanhar bem de perto o desenvolvimento do pessoal, os avanços e as pedras no caminho, vai garantir que você mantenha o diálogo com as partes envolvidas para encontrar as melhores soluções.

Mensure resultados

Não se esqueça das metas. A gestão que começa a implementar uma melhoria, seja ela qual for, tem um objetivo. É fundamental traçar alcances em função do tempo, a fim de saber se aquela aplicação obteve o resultado esperado e, consequentemente, buscar erros que estejam atrapalhando o desempenho.

Sendo assim, a ideia de aprimoramento constante só se consolida quando você define indicadores sobre os processos estabelecidos, além de parâmetros temporais para analisar. Não deixe as coisas soltas: controle os procedimentos. Somente dessa forma você está fazendo gestão de verdade.

Mantenha-se atualizado

Não faz sentido usar a tecnologia, propor atividades online e integrar isso à sala de aula se é para manter as velhas formas de fazer as coisas, não é mesmo? Por isso, não deixe de se inteirar sobre o que há de novo nas práticas educativas.

Coloque o fator inovação como um pilar da sua gestão, de verdade, buscando sempre por encontros da área e novas tendências que estão surgindo. Isso também coloca a sua instituição em uma posição competitiva em relação à concorrência. Afinal, todos querem dar a melhor educação para seus filhos.

Se a sua gestão mantiver o que há de melhor do mercado e colocar em prática na sua escola, vai captar mais alunos e fidelizar os que já estudam. Não deixe de pedir a ajuda do seu corpo docente e nutrir essa cultura organizacional inovadora. Isso faz diferença no engajamento e nos resultados.

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.
Powered by Rock Convert

Quais são os modelos utilizados no ensino híbrido?

Há um modelo bastante popular que tem algumas variações. Trata-se do Modelo de Rotação. Nele, professores devem criar atividades para fora da sala de aula, fazendo com que alunos se revezem em diferentes estações e alternem entre elas, segundo orientação ou agenda. Veja outras seguintes propostas:

  • laboratório: além de utilizar a sala de aula como espaço, laboratórios de diferentes especialidades também são envolvidos;
  • sala invertida: se estuda a teoria em casa (online) enquanto o encontro presencial serve para debater, resolver problemas, executar atividades e tudo mais que a criatividade do professor permitir;
  • individual: cada aluno deve ter uma série de atividades para executar em sua rotina e, assim, cumprir as propostas dos temas abordados.

Como a educação híbrida visa a independência dos alunos, é fundamental que a estrutura escolar apoie esse pensamento, dando suporte e realmente incentivando o corpo discente a buscar conhecimento com o auxílio das ferramentas digitais, além de desenvolver consciência sociológica sobre essa possibilidade.

Esse assunto é muito interessante e atual, concorda? Todos da comunidade precisam ter consciência sobre a chegada de novos métodos efetivos para praticar a educação. Então compartilhe este artigo em suas redes sociais e dissemine esse conhecimento!

Guia da Consultoria de Software EducacionalPowered by Rock Convert

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.