projeto político pedagógico

Projeto Político Pedagógico (PPP): veja os erros comuns e como evitá-los

ideias ano letivo

Há quem ache que o Projeto Político Pedagógico é mais uma das tantas burocracias de uma instituição de ensino. Antes de qualquer, é importante saber que não é apenas burocracia, o PPP precisa ser reconhecido como um guia indispensável, afinal, é por meio dele que o funcionamento da escola deve se basear.

Neste post, você vai entender o PPP de uma maneira diferente. Se você tem interesse no assunto, chegou a hora de descobrir mais sobre este guia de gestão e atividades escolares. Continue a leitura!

Você realmente sabe o que é Projeto Político Pedagógico?

Agora que já esclarecemos que o PPP não é apenas um documento burocrático, é justo apresentar uma definição compreensível. Basta responder duas perguntas: o que norteia o funcionamento de uma escola? Onde estão documentados os valores da instituição de ensino?

O Projeto Político precisa ser a resposta. O PPP deve indicar os caminhos para os planejamentos estratégicos e cumprimento de metas. Essa questão fica ainda mais concentrada quando o objetivo da instituição é a evolução dos procedimentos de aprendizagem e de ensino.

Mas, afinal, o que cada P significa?

No PPP, gestão e equipe docente devem definir as metas da organização, os métodos utilizados na escola e, claro, as diretrizes que guiam as ações de todos os envolvidos. Confira, então, os significados de cada “P” da sigla:

  • Projeto: é por meio desse documento que as ações são nomeadas e justificadas;
  • Político: o PPP que determina o caminho das atividades trabalhadas na instituição;
  • Pedagógico: o documento delibera projetos e procedimentos pedagógicos no ambiente escolar.

Vale a pena destacar que esse documento determina o crescimento e sucesso da instituição. Afinal, tratar de PPP é tratar de planejamento estratégico da empresa escolar. Essas ideias estão totalmente relacionadas, concorda?

Você reconhece algum desses erros?

Agora que você compreende o que é PPP e a sua relação com o funcionamento da instituição escolar, é importante saber como preparar esse documento para garantir a sua melhor utilidade.

Para ajudar como fazer e aplicar a estratégia, definimos os erros que você não pode cometer e algumas soluções possíveis. Quer saber, então, quais são os principais deslizes imperdoáveis no Projeto Político Pedagógico? Então veja a lista a seguir!

Definir uma missão que não seja clara

Como vimos, o PPP é um guia para a comunidade escolar. Ao acessar esse documento e conferir o que ele determina, a escola pode colocar em prática ações alinhadas aos seus princípios e valores. Portanto, como é possível conquistar o alinhamento se ninguém entende quais são os pontos?

Uma dica para resolver essa questão é ter objetividade, evitar textos genéricos ou muito teóricos. A missão da sua escola, no PPP, precisa focar em conceitos objetivos e em apresentação de métodos aplicáveis, fáceis de serem visualizadas e compreendidas.

Usar linguagem técnica

Você já deve saber que a participação da comunidade é crucial para o bom desenvolvimento escolar, mas também é importante reconhecer que as atividades de todos precisam ser pautadas no que foi definido no PPP. Para isso, é essencial que todos compreendam o documento.

O democrático precisa ser uma característica do PPP da sua escola. Utilize uma escrita clara, simples e concisa para descrever os tópicos do documento. Também vale a pena usar versões em cartilha ilustrada. Assim, o PPP se torna mais atrativo e acessível em sala de aula.

Comprar modelos prontos ou copiar de outra instituição

O PPP da sua escola precisa ser único. Por isso, recorrer a cópias de outras escolas ou até contratar alguém para fazê-lo é um erro brutal que desvaloriza todo o processo.

Por se tratar de uma documentação que se dirige a todos da escola, ninguém melhor do que os envolvidos da equipe para determinar o que será apresentado no tal Projeto Político Pedagógico.

Perceba que apenas esse grupo tem o poder de reconhecer o cenário em que a sua escola está envolvida, além de compreender quais são as reais possibilidades, caminhos e estratégias para resolver os desafios enfrentados na rotina escolar.

Não considerar a participação da comunidade escolar

Se o documento é para guiar e alinhar as ações escolares, quem melhor para definir o que será escrito se não o grupo que vai agir? A elaboração do PPP precisa sair da secretaria e do escritório da diretoria, ir em direção ao pátio, à sala de aula e até mesmo às casas das famílias dos estudantes.

Dessa forma, o PPP deixa de ser inacessível e se torna um documento que aceita a colaboração de todos. É importante ouvir alunos, familiares e a equipe da escola para a elaboração do documento e suas eventuais alterações.

Desistir da participação por conta de prazos apertados

A gente sabe que as secretarias determinam prazos rígidos para o envio do PPP, mas isso realmente não quer dizer que, quando a data chegar, você deva preencher “qualquer coisa” e depois ajustar. É essencial que haja uma programação para a discussão e debate da feitura do Projeto Político Pedagógico.

Além da desorganização e apuros no momento, você evita que a situação se vire contra a gestão da escola. Ao consultar o documento, a equipe que trabalha com o PPP precisa se ver representada e perceber que ele realmente reflete a identidade da escola.

Não fazer as atualizações necessárias

O Projeto Político Pedagógico nunca está realmente finalizado. O que você achou dessa afirmação? Saiba que é assim que toda a escola precisa reconhecê-lo. Esse documento não pode ser estático, sem atualizações por muito tempo, pois ele precisa acompanhar as demandas da realidade da instituição.

Afinal, se a escola não é a mesma do ano passado, por que o PPP seria? Atualize essa documentação tão necessária. Agora que você sabe os erros mais comuns na elaboração e uso do documento, coloque em prática as soluções de acordo com os objetivos da sua instituição.

Gostou das dicas? Para agregar ainda mais ao seu conhecimento sobre o Projeto Político Pedagógico, acompanhe mais detalhes sobre o documento em outro conteúdo do nosso blog!

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.
Guia da Consultoria de Software Educacional

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.