Ferramentas síncronas e assíncronas: o que são e como utilizá-las?

ideias ano letivo

As ferramentas síncronas e assíncronas voltadas para a educação vêm ganhando popularidade nos últimos anos devido à expansão do Ensino a Distância (EAD) no Brasil e no mundo. No entanto, ainda é comum que dúvidas apareçam ao instalar ou usar essa tecnologia educacional, inclusive entre professores e gestores de instituições de ensino.

Ambos os tipos estão inseridos em um contexto de transformação digital, não só na educação, mas na saúde, no comércio e nos demais setores da sociedade. As novas tecnologias têm encurtado cada vez mais a distância entre as pessoas e facilitado a realização de compromissos em ambiente digital.

Apesar do contexto comum, esses dois tipos de ferramentas servem para propósitos distintos. Por isso, se você é um profissional da educação, acompanhe este post! Vamos mostrar como usar as ferramentas para melhorar a relação com os alunos.

Entretanto, antes, vamos começar pelo básico e explicar o que são ferramentas síncronas e assíncronas.

O que são ferramentas síncronas?

Uma ferramenta síncrona serve para atividades que precisam da participação simultânea do professor e dos alunos. Em outras palavras, professor e aluno devem interagir ao mesmo no tempo, no mesmo ambiente, para a atividade acontecer.

Normalmente, a participação do aluno não é obrigatória, mas pode ser solicitada pelo professor, e os alunos contam com a possibilidade de apresentar dúvidas de maneira espontânea.

As atividades síncronas demandam mais concentração dos alunos, já que os assuntos passados ali geralmente são cobrados em avalia os professores podem apresentar questões e pedir respostas aos alunos no mesmo momento.

O que são ferramentas assíncronas?

A ferramenta assíncrona serve para atividades que não precisam da participação simultânea do professor e dos alunos. Em outras palavras, professor e aluno não precisam estar conectados no mesmo momento para que a atividade aconteça. Na maioria das vezes, as atividades desse formato exigem que os alunos respeitem prazos pré-definidos.

Da mesma forma que garante mais liberdade, esse formato também exige mais comprometimento do aluno, uma vez que é ele o responsável por organizar seu tempo para realizar a atividade solicitada pelo professor.

Uma particularidade das ferramentas assíncronas é que elas deixam registradas as interações entre professor e alunos, o que permite o acesso a informações importantes em qualquer momento.

Como utilizar as ferramentas no ensino a distância?

As ferramentas síncronas e assíncronas são usadas de modo complementar no ensino a distância. A ideia é permitir que os alunos contem com espaços para tirar dúvidas imediatamente com professores e tenham a experiência de construir conhecimento de maneira integrada (ferramentas síncronas), sem deixar de manter canais de contato para compartilhar materiais e entregar avaliações online (ferramentas assíncronas).

Cada formato apresenta várias ferramentas para o ensino a distância. É importante conhecê-las para saber quais delas podem contribuir da melhor forma com as suas estratégias de ensino. A seguir, vamos conhecer as principais ferramentas síncronas e assíncronas.

Ferramentas síncronas

As ferramentas síncronas mais importantes são as Webconferências, as Audioconferências e os Chats.

Nas webconferências, os alunos acessam um link que os direciona a uma sala de aula virtual. É uma ferramenta muito importante para fortalecer o relacionamento com os alunos e incentivar o engajamento, pois é o melhor espaço para simular uma conversa pessoalmente. Por conta disso, os professores conseguem conhecer melhor os estudantes e entender suas necessidades nos estudos.

As audioconferências permitem que os alunos tenham acesso às reuniões da mesma forma que as webconferências: por meio de um link, os alunos entram em uma sala de aula virtual. A única diferença é que a interação acontece apenas via áudio. Muitas vezes, as audiconferências e webconferências acontecem nas mesmas plataformas digitais, como Google Meet e Zoom.

Conhecidos como salas de bate-papo, os chats permitem a troca de mensagens de texto em tempo real entre vários usuários. Assim como as outras ferramentas síncronas, os chats exige que alunos e professor estejam online para que as atividades funcionem corretamente.

Ferramentas assíncronas

As principais ferramentas assíncronas usadas no ensino EAD são e-mails, fóruns de discussão e blogs. Os e-mails são um meio de comunicação seguro e muito popular, por isso essa é talvez a ferramenta assíncrona mais usada por professores e alunos. Uma funcionalidade importante atribuída ao e-mail é o envio de trabalhos dentro dos limites de prazos, o que facilita a organização do professor e a avaliação.

Além disso, por meio do e-mail, o aluno consegue estabelecer uma comunicação formal mais particular com o professor, para sanar dúvidas, justificar ausência na aula etc.

Os fóruns de discussão são espaços de discussão entre os alunos, que são os principais responsáveis pelas escolhas de temas. As interações ficam armazenadas na plataforma utilizada, o que contribui para o aprendizado, pois permite que qualquer um acompanhe a discussão quando precisar. Para os fóruns, os temas também podem ser escolhidos pelos professores, de modo que os comentários de cada aluno sirvam como forma de avaliação.

Outra ferramenta assíncrona interessante são os blog. Neles, os professores conseguem publicar conteúdos em vídeo, áudios e textos com sugestões de leitura, materiais complementares e links para outros blogs ou sites.

Como escolher as ferramentas para utilizar no ensino a distância?

Abaixo, separamos algumas dicas para você escolher boas ferramentas síncronas e assíncronas no planejamento das suas aulas online.

  • mescle diferente tipos de ferramentas, pois isso vai tornar suas aulas dinâmicas e ajudar a manter os alunos engajados;
  • pergunte aos alunos se eles se sentem à vontade para usar algumas das ferramentas do seu planejamento;
  • não hesite em testar novas ferramentas no meio do período letivo ou substituir aquelas que não estão gerando os resultados esperados.

Essas foram as nossas dicas para você planejar o uso das ferramentas síncronas e assíncronas com mais eficiência e melhorar suas estratégias de ensino. Vale a pena mencionar que é importante marcar atividades síncronas com antecedência para que os alunos consigam estar presentes. Além disso, vale a pena trabalhar com prazos bem definidos em atividades assíncronas.

Gostou do conteúdo? Agora que você conhece ótimas ferramentas para o ensino a distância, veja como o uso dessas tecnologias se transformou em um dos desafios da educação online durante a pandemia do coronavírus: basta conferir nosso post completo sobre o assunto!

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.
Guia da Consultoria de Software Educacional

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.